Micose de pele: tipos, como tratar, remédios caseiros

A micose de pele exige um tratamento persistente e prolongado com base na orientação de um dermatologista

Escrito por -


Micose de pele é toda infecção cutânea causada pelo crescimento desequilibrado de um fungo. Trata-se de um nome genérico referente à cerca de 100 tipos diferentes de infecções.

Por essa razão, pode ser considerada uma doença muito comum, mas com diferentes tipos de manifestação. As formas mais comuns de micose são as de pele ou superficiais. Estas se manifestam nas camadas mais externas do corpo como a pele, mucosas, unha e cabelo.

O fungo faz parte da flora da pele, mas quando em desequilíbrio, pode impedir que as células cutâneas mantenham a uniformidade de tons a partir do bronzeamento natural, levando a formação de manchas.



Tipos de micose de pele

Há tipos de micose mais comuns entre a população. O pé-de-atleta, a candidíase e o pano branco são os nomes popularmente utilizados para se referir a tipos de micose mais habituais.

O pé-de-atleta (Tinea pedis) é uma das manifestações do fungo Tinea, que pode se manifestar ainda nas mãos, axila, barba, unhas, couro cabeludo, rosto ou no corpo em geral.

Todas estas manifestações ocorrem na parte externa da pele onde o fungo pode se alimentar da gordura e (ou) da proteína queratina presente nas unhas e cabelos. Este fungo possui um tratamento mais longo e mais exigente que outros tipos de manifestação fúngica.

micose de pele
Quando se interrompe o tratamento de mancha de pele, a tendência é o problema voltar. (Foto: Frieira)

A candidíase (Candida albicans) afeta geralmente lugares mais específicos, como dobras da pele, axilas, inguinal, região abaixo dos seios, glúteos etc.

As manchas podem ser vermelhas, úmidas e irregulares e podem ser confundidas com as do fungo Tinea, mas a candidíase possui um processo curativo mais rápido, podendo ser curada em dias.

Saiba mais: Mancha branca no dente: o que pode ser, como tratar

O pano branco (Pitríase versicolor) deixa manchas diferentes sob a pele, em tons brancos, rosados ou marrons. Podem se tornar manchas mais visíveis quando a pessoa se expõe ao sol.

Esta infecção pode causar coceira, inflamação e formar placas mais regulares e oleosas. É uma infecção comum em países tropicais, como o Brasil, sendo considerada normalmente como um problema estético.

Como se pega

As micoses de pele podem ser transmitidas através de descuidos como andar descalço em pisos úmidos, compartilhar tecidos ou equipamentos tais como toalhas, luvas, roupas, alicates, tesouras ou lixas não esterilizadas, através do contato com animais de estimação, uso de roupas ou sapatos úmidos e fechados por um tempo prolongado ou ao se utilizar de chuveiros públicos, lava-pés, piscinas ou saunas.

A infecção é transmitida por estes meios, pois, é de fácil propagação em ambientes úmidos e abafados e (ou) não higienizados.

Sintomas

A característica comum aos sintomas de uma micose são as manchas destacadas na pele, fora do padrão, podendo variar de cor, forma e sensibilidade da área.

Algumas destas podem ainda ter como sintoma a coceira ou a formação de nódulos, o ressecamento e a descamação da área, a queda de cabelo ou a um princípio de inflamação, com alteração de temperatura local.



Leia ainda: Acantose Nigricans: tratamento para clarear a pele

Tratamento caseiro

Por se tratar de uma infecção comum, diferentes são os tratamentos caseiros e populares para a reversão do quadro de uma micose.

Para as micoses de pele, os tratamentos podem ser realizados com a aplicação de produtos naturais como bicarbonato de sódio, iogurte natural, óleo de orégano. Outros tratamentos podem ser realizados com chá de folhas de mandioca ou vinagre de maçã.  Estes tratamentos são mais genéricos e tem o papel de impedir a propagação do fungo, enfraquecendo-o e tornando a área infectada inapropriada para seu desenvolvimento.

Como tratar com remédios

Micoses superficiais são 10 a 20% dos motivos para consultas com dermatologistas. O médico é o profissional indicado para prescrever o tratamento específico a um tipo de micose, podendo receitar um remédio via oral e (ou) para uso externo. Para tratamentos com remédios é imprescindível ler a bula do medicamento antes de utilizar. Em caso de dúvidas, consulte um farmacêutico ou seu médico.

Micose de pele: tipos, como tratar, remédios caseiros
Avalie esta matéria!