Câncer de pele – Sintomas iniciais, tratamento

É preciso estar muito atento quando o assunto é o cuidado com a pele. Dentre as doenças mais perigosas, o câncer de pele pode ser causado através da grande exposição ao sol

Escrito por -

Como saber se possui uma doença de pele? Veja nesta matéria: Câncer de pele – Sintomas iniciais, tratamento, como identificar:

Uma das maiores preocupações dos brasileiros é com a pele, mas, no geral, a grande maioria das pessoas está mais preocupada com a estética e se esquece que é necessário um cuidado mais aprofundado para evitar doenças mais graves como o câncer de pele.

Esse tipo de câncer é o mais frequente no Brasil, correspondendo a 25% de todos os tumores malignos registrados no país. Usar o protetor solar é indispensável mesmo em dias nublados, porque a maioria dos cânceres de pele ocorre por causa do excesso de exposição aos raios ultravioleta do sol.

Câncer de pele – Sintomas iniciais, tratamento

O câncer de pele raramente causa sintomas incômodos até que as lesões se tornem muito grandes, podendo coçar, arder, descamar ou até mesmo sangrar. A lesão geralmente é rósea, avermelhada ou escura e apresenta um crescimento lento, porém progressivo. Ela pode, inclusive, ter o aspecto de uma ferida que não foi cicatrizada ou de pintas que crescem devagar, mas coçam e sangram.

Foto: Dearpharmacist
Foto: Dearpharmacist

No caso das pintas, elas podem ter alteração de cor, consistência e tamanho, podendo chegar a mais de 6mm. As pessoas que possuem histórico familiar da doença e, principalmente, as que têm pele e olhos claros, cabelos loiros ou ruivos, albinas, que possuem muitas pintas, as que se expõe ao sol com uma frequência maior e as que se expõe a agentes químicos excessivamente são as pessoas com maior risco de desenvolver a doença.

O tratamento consiste na retirada cirúrgica da lesão e do tecido ao redor e o tipo de tumor é menos importante do que seu tamanho no momento do diagnóstico para determinar o tratamento. Nos casos mais graves, é preciso recorrer à quimioterapia ou radioterapia.

Como identificar câncer de pele

Para diagnosticar o câncer de pele- sintomas iniciais, é necessário levar em conta o aspecto clínico da lesão, ou seja, sua coloração e forma e o resultado da biópsia dos tecidos da própria lesão e dos que estão ao seu redor.

Foto: Aedv
Foto: Aedv

Esse tipo de câncer é mais comum em pessoas acima dos 40 anos e relativamente raro em crianças e negros, com exceção daqueles já portadores de doenças cutâneas anteriores. O diagnóstico precoce é extremamente importante, uma vez que a maioria dos casos diagnosticados logo no início apresenta bons índices de cura.

Leia também: Creme para tirar manchas do rosto causadas pelo sol

Câncer de pele – Sintomas iniciais, tratamento
Avalie esta matéria!